sábado, 29 de março de 2014

Marília de Dirceu - Lira XXVII




Marília de Dirceu (Tomaz Antonio Gonzaga)





Lira XXVII







Consegue ser herói por um delito;





Se acaso não vencesse, então seria





Um vil traidor proscrito.





O ser herói, Marília, não consiste


                                                                                                           


Em queimar os Impérios: move a guerra,





Espalha o sangue humano,





E despovoa a terra





Também o mau tirano.





Consiste o ser herói em viver justo:





E tanto pode ser herói pobre,





Como o maior Augusto.










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gratidão!