domingo, 8 de junho de 2014

O velho estilo golpista nunca foi embora.






Inimigo político de Getúlio Vargas, Carlos Lacerda foi o
grande coordenador da oposição à campanha de Getúlio à presidência em 1950 e
durante todo o mandato constitucional do presidente, até agosto de 1954. 





Uniu-se a militares golpistas e aos partidos oposicionistas - principalmente a
UDN, num esforço conjunto para derrubar o presidente Vargas através de
acusações que publicava em seu jornal, Tribuna da Imprensa.





Lacerda participou ainda de nova tentativa de golpe de
estado em 1955, quando se uniu aos militares e à direita udenista para impedir
a eleição e a posse do presidente eleito Juscelino Kubitschek e seu
vice-presidente, João Goulart.





As manobras golpistas começaram já no período eleitoral,
quando ocorreu o episódio da Carta Brandi, uma notícia supostamente falsa
plantada pelos opositores no jornal de Lacerda que envolvia João Goulart num
pretenso contrabando de armas da Argentina para o Brasil.





Após a eleição de Juscelino, Carlos Luz, presidente interino
à época, aliado aos militares e a Carlos Lacerda, tramaram um novo golpe. A
bordo do Cruzador Tamandaré, fizeram a resistência, mas foi alvejado (o navio)
a tiros pela artilharia do exército a mando do General Teixeira Lott, que tinha
pretensões de se candidatar à presidência. Foi o último tiro de guerra
disparado na Baía da Guanabara no Rio de Janeiro. Durante anos, o episódio
ficou conhecido como o golpe de Lott.





Em 1961 fez um discurso atacando, pela televisão, o
presidente Jânio Quadros, antigo aliado. A renúncia de Jânio ocorreu em
seguida, em 25 de agosto.





Foi um dos líderes civis do golpe militar de 1964, porém
voltou-se contra ele em 1966, com a prorrogação do mandato do presidente
Castelo Branco. Segundo Lacerda, a prorrogação do mandato de Castelo Branco
levaria à consolidação do governo revolucionário numa ditadura militar
permanente no Brasil, o que realmente aconteceu. Confiava no sucesso do governo
que tinha realizado no estado da Guanabara para enfrentar o candidato de
oposição Juscelino Kubitschek.





Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_Lacerda







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gratidão!