segunda-feira, 11 de maio de 2015

Entretanto - Mart'nália



Não vá agora, 


deixa eu melhorar


Não fique triste,


tudo vai passar


É só ciúme, 


doença que contraí


porque te amo demais





Mas também é loucura


e loucura tem cura 


ciúme também 


E paixão é o que me faz bem 





Entretanto não vá 


Não vá me abandonar


Você é o remédio 


Que me tira do tédio, 


quando me faz amar 





Não vá agora


Lembra do nosso abraço, 


beijo, sexo, demais 


Lembra do nosso ninho, 


nosso cantinho 


Que tanto desejo 


não posso desperdiçar 


Lembra da nossa música





Entretanto não vá 


Não vá me abandonar 


Você é o mistério, 


que me tira do sério 


Quando me faz amar 





Entre e sente, 


entretanto não vá 


Não vá me abandonar 


Você é o remédio, 


que me tira do tédio 


Quando me faz amar... 





Entre...tanto... 


Não vá... 


Não vá embora... 


Não vá amor...






















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gratidão!