quinta-feira, 4 de junho de 2015

O Casamento na roça e a flor de maracujá









Querido Ambrósio


Ispero quiesta carltinha te encontre em paz. Aqui na roça tudo bão. A Margarida deu vinte e dois litros de leite otro dia e o capadin que tava na engorda pro natal já tá com pouco mais de cem quilo. Sabe a Lambretinha? A danada pariu no meio do pasto, precisa ver a lindeza do cabritinho. Maracujá este ano não está dando muito nem prá carmar a gente qui nem eu, que tô aí, né Ambrósio, nesta seca danada. Beijos da sua amada, Chiquinha.







Querida Chiquinha




Sua carltinha se me incontrô, muito gradecido. Ocê querdita que naqui na cidade as coisa são quase iguá que na roça? Óia a Margarida, tem um tanto dela aqui donde moro, cada peitão que dá medo até de pensar em ordenhar, mais de vez em quando ando pertando uns só pru mode de mantê as prática. Aqui tamém precisa ver a quantidade de capado, Chiquinha, é trem de louco. E tem umas maracujá lá onde eu trabaio que dão o ano inteiro, cada frô mais linda que a outra, e sabe como é, na precisão eu acabo comendo uma e outra prá carmar os ânimo. E Lambretinha? Ocê já é titia, hem Chiquinha, deve de ser a a cara dos sesu irmão. E aqui tem chovido muito, não tem seca não.







Querido Ambrósio




Ispero que esta carltinha te encontre vivo. Aqui na roça tudo em paz. Óia bem o qui vô ti dizer - eu tenhu cara de boba e é só isso, Ambrósio. Aconhesso bem dessas vacas da cidade, óia Ambrósio, cuirdado que elas pode inté ficá mansa por causo do capim qui ocê pranta, mas prestatenção, dos capados daí é engraçado mesmo, achu que ocê vai tê o mermo destino quando batê os óios nieu, Ambrósio. Agora titia de cabrito é as rameiras das suas irmã, e tem mais, destas frô de maracujá que ocê tá comeno aí, pode continuar por causo de que a seca aqui já já acaba puruquê os pepinos cresceram tudo nim vorta daqui de casa.







Querida Chiquinha




Si aprepare e arrume se toda e tudo, por causo de que nestes porquin dias de cabá o meis, já vorto pru nosso casamento.  







Querido Ambrósio




Nossenhoraparecidoperpetusocorro, vai sê bão dimais da conta. Ocê divinhou meus pensamento, amor.







É isto aí!















  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gratidão!