quarta-feira, 12 de abril de 2017

Como nascem os mitos




Detesto rótulos, portanto não me rotule, murmurou baixinho ao ouvido da entrevistadora, e isto é uma ordem.





Entendo!





Entende mesmo? Se está falando só para me agradar, cale a boca e escute.





Certo.





Certo, senhor! É assim que uma moça se dirige a uma autoridade constituída, entendeu?





Sim, senhor!





Ótimo, vamos lá! 





Senhor, quais serão as suas primeiras ações governamentais, se eleito?





Primeiro não existe o "se". Eu sou o eleito, o ungido, o escolhido, o salvador da pátria amada, salve salve lindo pendão da esperança, 





Desculpe, senhor, uma vez tomando posse do que é seu por direito, quais serão as sua iniciativas?





Acabar com favelas, com pobres crônicos, com filas em unidades de saúde e assistência social, eliminar núcleos onde só uma determinada e inferior parcela da sociedade vive sob os auspícios do grande e único poder branco, inteligente, ereto e viril, eliminar adversários e afastar dos amigos.





Alguma coisa poderá ser adiantada sobre o modus operandi destes feitos, senhor?





Não pergunte, e não é da sua conta, pois você ainda está contaminada com o saber destas escolas comunistas de formação acadêmica. Além disto, detesto narcisistas, balconistas, golpistas e falsos moralistas.





Alguma correlação, senhor?





Não me interrompa! Cale a boca e apenas faça a sua função. Eu detesto feministas intrometidas, homens fracos casados com mulheres fartas e políticos polutos.





Mais alguma coisa, senhor?





Sim! Odeio professorazinhas de história, filosofia e gramática, bem como titulados com mestrado e doutorado..  





O senhor teria algo mais a acrescentar, senhor?





Detesto maniqueistas, budistas, sufistas e neurologistas.





Neurologistas, como assim, senhor?





Precisava de uma rima convincente e achei que esta caiu bem.





Ficou bom, muito bom ... gostei! Posso divulgar no grupo de manipulação midiática, senhor?





Pode, mocinha, pode, mas coloca o autor, que sou eu, o único macho alfa capaz de deliciar os prazeres das mulheres desta pátria amada, idolatrada e também o único capaz de silenciar a classe comunista, socialista, contista, rentista, contabilista, esquisita, celetista e empregatícia que assola esta nação





E assim nascem as lendas e os mitos da grande rede vazia de ideias e de conteúdos ,,, 





É isto aí!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gratidão!