sábado, 16 de dezembro de 2017

Schadenfreude (Pimenta no olho do outro é refresco)




Nada mais classe média midiotizada e ricos narcisistas na pacata e retardada Bananaland do que o Schadenfreude, esta palavra germânica que toca na ferida da hipocrisia nacional.





Schadenfreude é uma palavra derivada do alemão - Schaden (dano) e Freude (alegria), utilizada para designar o prazer obtido dos problemas dos outros. É a palavra que dá significado ao sentimento descrito no dito popular  tupi-guarani: "pimenta nos olhos dos outros é refresco". 





Desde os tempos bíblicos há menções de uma emoção semelhante na descrição ao schadenfreude: "Quando cair o teu inimigo, não te alegres, nem se regozije o teu coração quando ele tropeçar; Para que, vendo-o o Senhor, seja isso mau aos seus olhos, e desvie dele a sua ira" (Provérbios 24:17-18). 





Na Grécia clássica, Aristóteles usou o termo "Epikhairekakia" na obra Ética a Nicômaco, que quer dizer "alguém que sente prazer com o infortúnio de outro"





Schadenfreude atrai porque é uma vingança desempenhada sem qualquer esforço por parte do observador. A sensação é parecida com a conquista de um inimigo. O prazer sentido é ilegítimo, e desta forma culposo; o indivíduo nada fez para o receber. Uma vitória recebida sem qualquer competição não pode ser nada mais do que "vendeta imaginária", apenas uma satisfação virtual. 





Enfim, já que estamos falando de alemão, ricos nacionais apátridas narcisistas e classe média midiota, nada mais tupi-guarani do que o 7X1 (suspeitíssimo, mas nunca revelado).





É isto aí!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gratidão!