terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Eu, as grid girls e a quebra da Bolsa



A pátria vai retornando lentamente das férias (extra-oficialmente só depois do carnaval) ao caos do dia a dia com seus cidadãos sem vale-moradia de quase cinco mil reais, nem vale refeição de quase mil reais, nem vale trepadinha de mil e duzentos reais, nem vale dentista, nem vale médico, nem vale farmácia, enfim - cidadãos que valem nada diante da realeza beócia que assombra Bananaland.



Abro as páginas da rede mundial e deparo com a quebra das Bolsas de Valores, tragando para dentro do ralo do esgoto da estupidez humana as moedas criptografadas - nada de novo no front - a elite pensante não dorme enquanto não tirar tudo de todo o mundo que sonha com aquela mulher, com aquele carro, com aquela casa, enquanto baba para as celebridades midiáticas do submundo vip. Sim, do submundo, pois quem manda de verdade nunca dá as caras.





E agora vem a notícia de que a Fórmula Tal, este esporte de relevada importância para a inutilidade humana, produzido e vivenciado somente por e para ricos, vetou as Grid Girls. Valei-me São Periquito Verde das Almas Cangaceiras do Cabrobó, onde já se viu isto? Um esporte inútil retirar de cena a única coisa que dava a ele ares nonsense, com toda aquela atmosfera de Bataclan ao ar livre. 





Enquanto isto a bagunça e a lambança na qual chafurda a trupe golpista  deve-se em parte ao incrível sentimento de viralata complexado e em parte ao rompimento pelo Apache Louco com o apoio logístico pensado, articulado, planejado e executado pelos apaches malucos da tribo BBB (em homenagem aos ex-caciques bushojúnior, billpinton e barracodrama) para detonar com Bananaland e sua vizinha portenha. O Apache Louco de cabelos laranja-rebeldes (aquilo é implante?) que rompeu este círculo vicioso de destruição e devastação (conhecido pelo sugestivo nome de "Primavera") aparentemente tem outras coisas mais interessantes a fazer do que assistir jornal nacional.



O carnaval está chegando e eu nem comecei o ano ainda.




É isto aí!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gratidão!