domingo, 24 de junho de 2018

Farinha pouca, pirão dividido






Bem, eu me propus a navegar sobre esta mania de você querer ser pobre de probabilidades e possibilidades. O caminho começa olhando para dentro de si. Dói, e muito, mas é necessário enfrentar estes bichos-papão que habitam nas nossas mentes.





A minha ideia é escrever textos curtos e claros. O primeiro foi sobre como você começa a mudar, blindando a sua mente, criando o Mural dos Sonhos. Voltarei a este tema nos próximos textos, por que ele é tão revolucionário quanto antigo.  





Hoje vamos encerrar esta parte das crenças sobre dinheiro. Existem mais de duzentas frases que eu, você, ela, ele, e todo mundo acredita, fala e pensa. Comece a notar isto dentro de você. O que é o dinheiro para você. Anote isto, e questione. Bem, vamos lá.





"Dinheiro não nasce em árvore"


Esta é uma expressão tão comum, dita em todos os lares, que acabou virando realidade. Hoje o dinheiro circula pelos cartões de plástico ou pela internet, e isto de certa forma está facilitando a percepção do que ele realmente representa, mas esta frase refere-se às cédulas, ao papel-moeda, que é o que você pensa quando vem à mente o dinheiro - uma nota de cem reais, cem dólares, etc.





Papel-moeda ... papel-moeda ... pense, pense ... papel ... moeda ... papel ... papel ... celulose ... celulose ... vem da árvore. Então pare de falar bobagem.





"Dinheiro não traz felicidade"


Esta é uma das expressões mais ridículas de todas. É a zona de conforto dos conformados. Eu quero ser feliz, logo vou ser um monge trapista, morando numa caverna e sendo incorruptível. A felicidade mora dentro da sua caixa craniana e não onde você está. Para de mentir. Dinheiro é parte do mundo onde você vive. e querendo ou não, conflitante ou pacífica, sua relação com ele é o reflexo do que você quer da sua vida.





Tem dezenas de outras frases que você repete e acredita nelas. Viu a  mágica da expressão - você repete ... você repete ... Caramba, se você é capaz de ficar repetindo crenças que te amordaçam, então por que não repete o mural dos sonhos, que são crenças que te libertam?





Concluindo, Jesus multiplicou pães e peixes e repartiu para cinco mil pessoas que se fartaram de tanto comer. Aquelas pessoas estavam no local certo, na hora certa e com a pessoa certa para viverem a maior experiência e aula de abundância no mundo - elas acreditaram em Jesus, viram sentido nas suas palavras e se fartaram em abundância com o alimento físico e com o espiritual que receberam.





Primeiro acreditaram no impossível, segundo receberam e se fartaram todos, nenhum escondeu o pão e o peixe, ninguém pensou em guardar para vender ou comer depois. Os sonhos alimentam a todos. Não cabe o egoismo nesta jornada. Enfim, mude a expressão "Farinha pouca, meu pirão primeiro" para "Farinha pouca, pirão dividido".





Lembre-se, o Altruísmo é exigência cósmica para sua peregrinação ao sucesso. Ah, Paulo, para com isto, tem um tanto de ladrão que é rico, é perverso, criminoso, etc. Então ... no próximo texto eu falo sobre isto, enquanto isto vai pensando no assunto. E faça seu Mural dos Sonhos.





E, claro, de uma única célula, dentro do útero da sua mãe, fez-se o milagre da multiplicação que gerou você. Não se esqueça disto.





É isto aí! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gratidão!