quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Leilão de virgens




Ela tem olhos verdes, boca carnuda, seios fartos e um corpo que causa inveja em todas as mulheres. Ninguém no mundo é tão gostosa e tão apetitosa quanto Valentina, a Real Doll escolhida a dedo para exibir toda a sua formosura na 1ª Mostra Internacional de Bonecas Infláveis. 

Pela primeira vez no Brasil, a Real Doll é a grande estrela do evento, e certamente vai deixar homens e mulheres de queixo caído diante de tanta exuberância. Afinal, ela foi inventada para não ficar atrás da beleza das mulheres de carne e osso.

E ao que tudo indica, tanto esmero na produção de uma boneca impecavelmente produzida para prazeres infinitos causa mesmo espanto. Não é pra menos que perto desse mulherão em cyberskin e articulações de PVC, os homens não têm olhos pra mais ninguém… Valentina tem carinho pra dar e vender, e chegou ao Brasil para provar que sua graça conquista principalmente os corações menos românticos.

E em sua estréia existirão leilões de Valentinas virgens, com lance inicial de cinco mil reais.





Ex-amor é para sempre!



Recebi esta mensagem no meu blog. Mais uma. Eu iria falar alguma coisa, ser engraçado, mas há algo nela que alerta para um cuidado maior. Esta moça precisa de um novo amor urgente! Ela pede um conselho logo no começo de sua carta. Um conselho que posso dar, não será meu. Recorro a um poema do Vinícius de Moraes, muito pouco conhecido, chamado Medo de Amar, mais pela segunda estrofe, mas está aí o poema no todo. Espero que te ajude:


Medo de Amar
Vinícius de Moraes

Vire essa folha do livro e se esqueça de mim
Finja que o amor acabou e se esqueça de mim
Você não compreendeu que o ciúme é um mal de raiz
E que ter medo de amar não faz ninguém feliz

Agora vá sua vida como você quer
Porém, não se surpreenda se uma outra mulher
Nascer de mim, como do deserto uma flor
E compreender que o ciúme é o perfume do amor



Oi Professor,

Eu não tenho coragem de enviar estas poucas linhas para o meu amor perdido. Então, eu vou compartilhar isso com o senhor. Há dezenas de falhas em mim, eu acho que sou um monte de problemas ...

Você tem algum conselho para virar a página? Leia por favor.
  
Meu amor,
Você se lembra talvez não, mas alguns anos atrás você me pediu uma dessas cartas que trocamos regularmente (sempre). Eu estava desligada, então, disse que não, que era desnecessário e em outro tempo ... Mas hoje, tudo mudou. Esta carta que quero escrever é para tentar afogar minha tristeza em palavras ...

Hesitei antes de escrever isto, porque parece ato tão triste e patético. No entanto, eu preciso expressar minha voz, além do que está acontecendo na minha cabeça. Você sabe, eu sou em geral reservada, eu nem sempre sei encontrar as palavras para expressar meus sentimentos.

Nossos melhores momentos estão gravados em mim, como se fosse um ferro quente pressionado constantemente sobre o coração. Nosso primeiro beijo foi em uma noite de verão, foi tudo tão intenso e eu tão apaixonada ... uma prova de amor, queria demonstrar amor. Poderíamos ter repetido muitas vezes ao longo dos anos. Daqueles beijos vou perder muito, eu sinto que eu vou perder o sabor dos seus lábios a cada segundo que passa, é assustador. Eu sei que deveria estar com raiva de você, te dizer que eu te odeio, seria lógico, racional. Mas o meu coração se recusa, ele ama você, eu amo você, como excluir?

Eu quero lamentar todas as vezes em que eu não tirei proveito de sua presença. Preciosos segundos que eu não soube aproveitar. Eu lamento muito, eu deveria ter sido mais atenciosa, ficado mais perto de você, mostrar-lhe todos os dias que você é a pessoa mais importante no meu mundo. Eu sou obrigada hoje a ter você só aqui, e hoje para falar sobre qualquer coisa entre nós, só em um pedaço de papel.

Nossa história não deveria parar, eu estava convencida de que você seria minha vida para toda a vida, que iria superar todas as dificuldades. Mas, afinal, você escolheu partir, e eu boba nem para  para deixá-lo tentar ficar. Você me abandonou por outra pessoa. Meu Deus, como choro aqui...

Por que me sinto culpada ainda? Eu deveria culpar você, queria te dar um tapa, queria a morte da idiota que roubou o amor da minha vida, e quer levou todo o meu presente e o meu futuro. Mas não quero nada disso. Eu desejo a sua felicidade. Não importa o que aconteça, eu quero que você sorria, de longe parece que você está feliz. As meninas contam que você parece se preocupar comigo, sobre o que vai acontecer comigo. Eu ainda respiro seu perfume no meu quarto, mas por quanto tempo, até que você volte para o seu bem?

Eu não sou mais seu sol, a sua esperança, o seu amor, eu sou apenas "sua ex-amiga". Como você me machucou quando você me disse isso. Choro demais...Será que você ainda me ama? "Eu não sei", você me respondeu. Por que outra mulher tem o direito de receber o seu amor e eu não ... Injusto, agora é o melhor adjetivo para a minha vida. A vida é injusta.

Eu prometo que vou tentar encontrar a felicidade novamente. Afinal, eu não fiz nada de errado, por que você me recusa? Sou bonita? Sou feia? Sou gorda? Sou magra? Porque? Porque? Me abraça pelo amor de Deus...

Eu começo agora a dizer adeus, que palavra dura. Todos os anos da minha vida com você vai manter por muito tempo um lugar importante no meu coração. Você, eu juro, te amarei até o meu último suspiro. Não importa se eu encontrar alguém, essa pessoa vai ser diferente de você. Ela não vai ter a sua coragem, a sua energia, o seu humor. Estávamos sempre a dizer que em um par, um nunca estaria mais apaixonado do que o outro. Agora, eu sempre serei menos do que o outro.

Eu queria ser a sua esposa, sua mulher, sua amante, sua namorada, eu seria mãe dos seus filhos. Um dia, talvez o seu coração vai bater de novo para mim. Gostaria de ter a coragem de empurrá-lo? Hoje em dia, não. Eu espero que isso seja um pesadelo. Mas os piores pesadelos não são os sonhos ruins, e sim quando eles são reais.

Porque eu te amo ... eu não deveria, eu não quero. E, no entanto, estou loucamente apaixonada por você, apesar de todo o mal que você fez para mim. Eu sou normal? Acho que é patético e ridículo para se sentir mais responsável.

Meu amor, eu te amo. Os melhores anos de minha vida estão com você. Eu nunca vou esquecer de você, que medo eu tenho de fazer uma promessa para te esquecer. Para o resto, a vida é cheia de surpresas ...

É isto aí!

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Parusia! Monsenhor Jonas Abib.




Fonte - Trecho do livro Céus Novos e uma Terra Nova de Monsenhor Jonas Abib

Monsenhor Jonas Abib escreveu "Céus Novos e uma Terra Nova" em 1997. 

Resenha: O livro pretende ser um prenúncio de que o mundo descobrirá sua restauração definitiva em Cristo. Para o autor, somos o povo preparado para "céus novos e terra nova", por isso devemos resistir às vontades da carne, que são as vontades do inimigo de Deus, para que uma nova humanidade, "na qual habitará a justiça", possa surgir. "O mundo não será aniquilado, e sim transformado em Deus".


A grande tribulação O Senhor declara: “Pois o Filho do Homem virá com seus anjos na glória do seu Pai; e, então, retribuirá a cada um segundo a sua conduta” (Mt 16,27).

Jesus teve uma vida pública e nela anunciou que deveria sofrer muito por parte dos anciãos, dos sumos-sacerdotes e dos escribas, ser morto e no terceiro dia ressuscitar. Assim como a vida pública de Cristo desembocou no julgamento, condenação, paixão, morte e ressurreição, a vida da Igreja vai desembocar na mesma situação dolorosa. Jesus não permaneceu na morte: conforme prometeu, ao terceiro dia, ressuscitou glorioso. O mesmo acontecerá com a Igreja: ela está seguindo os passos de Nosso Senhor Jesus Cristo.

A Igreja não é algo aéreo e também não se resume ao Papa e aos bispos. Não, a Igreja somos todos nós. O Santo Padre e os bispos são a nossa hierarquia, aqueles que nos governam, mas o corpo da Igreja somos nós. Esta é a Igreja que passará por esse caminho de cruz. Eu sei que isso o atemoriza e o enche de ansiedade, mas é preciso anunciar agora, para que nos momentos difíceis você não perca a fé, a fortaleza e não volte atrás.

Eu sei que você fica receoso e até se pergunta: "Será que isso é doutrina da Igreja?" Está no Catecismo da Igreja Católica (CIC) este presente de João Paulo II para nós, Igreja:

“Antes do advento de Cristo, a Igreja deve passar por uma provação final que abalará a fé de muitos crentes. A perseguição que acompanha a peregrinação dela na terra desvendará o ‘mistério da iniquidade’ sob a forma de uma impostura religiosa que há de trazer aos homens uma solução aparente aos seus problemas, à custa da apostasia da verdade” (CIC, 675).

O próprio Catecismo da Igreja Católica nos alerta para essa realidade dolorosa:
“A Igreja só entrará na glória do Reino através desta Páscoa derradeira em que seguirá seu Senhor na sua Morte e Ressurreição” (CIC, 677).

Acontecerá uma impostura religiosa. O anticristo aparecerá como alguém bom que fará a proposta de ser o governador do mundo inteiro. E apresentará às pessoas a possibilidade de solucionar os grandes problemas que angustiam a humanidade: fome, habitação, desemprego, saúde, desigualdade, entre os povos…

Momentaneamente, o sistema que ele vai querer impor trará solução para os problemas e muitas pessoas vão aplaudi-lo. Terá a arrogância de se mostrar como Deus e se assentar no trono, no meio do Templo, no coração da Igreja, para ser adorado como tal.

A Igreja e o Cristianismo serão acusados de intolerância, de discriminação. Será dito que o Cristianismo, com a noção de pecado, trouxe às pessoas o sentimento de culpa, especialmente em relação ao sexo. Vai-se acusar a Igreja de, em sua história, ter causado a diferença entre os povos e, por consequência, todo tipo de intolerância, ódio, guerras, miséria. O Cristianismo e a Igreja serão o “bode expiatório”.

É terrível, mas muita gente vai se deixar levar por essa argumentação e achar que realmente o Cristianismo é intolerante, discriminatório e que a noção de pecado foi o que atrapalhou tudo e todos. Deus está nos dando a graça de dizer, antecipadamente, que tudo isso será mentira, a fim de que ninguém caia nessa impostura, da qual nos fala o Catecismo da Igreja Católica:

“[…] A impostura religiosa suprema é a do anticristo, isto é, a de um pseudomessianismo, em que o homem se glorifica a si mesmo em lugar de Deus e do seu Messias que veio na carne” (CIC, 675).

Não sabemos quando, mas temos certeza de que isso vai acontecer e os sinais dos tempos mostram que está próximo! Também não se conhece a maneira como serão transformados este mundo e os nossos corpos, mas serão renovados. Deus prepara para você uma nova morada. Aguente firme!

Trecho do livro Céus Novos e uma Terra Nova de Monsenhor Jonas Abib

Monsenhor Jonas Abib escreveu "Céus Novos e uma Terra Nova" em 1997

A vaca e o DEM Mosca do Chifre.




Havia prometido não falar mais da vaca cubana, mas a quadrúpede campal teve um dos seus truques revelados pelo jornalista francês Salim Lamrani. De acordo com uma investigação conduzida por ele, o perfil da vadia no Twitter é artificialmente "bombado" por milhares de perfis falsos, 47 mil para ser mais exato.

Vazamentos recentes do Wikileaks indicam que o "sucesso" da vaca na internet também tem o dedo do governo norte-americano. Nas correspondências, funcionários do governo americano mostram preocupação com as mensagens pessoais da blogueira, que poderiam comprometê-la internacionalmente.

Aliás, barraco é que não falta para esta alpinista capitalista. Tempos atrás protagonizou um dos momentos mais pitorescos e pífios da imprensa internacional nos últimos anos. Teve a cara de pau para convocar vários jornalistas para uma coletiva de imprensa na qual explicaria um suposto sequestro seguido de espancamento em público. Os agressores seriam integrantes do governo cubano.

Só que a anta apareceu na coletiva sem qualquer traço de agressão no corpo, não soube explicar como as manchas sumiram num intervalo de 24 horas e não apresentou qualquer testemunha. E ficou por isto mesmo.

Lembrei dela ao ver hoje os intrépitos parlamentares do DEM, partido da mais alta corte anti-povo na história tupynambá. Existe só para atender ao ego de voluntariosos demagogos e destruidores da nação. Bem, mas o que faziam estes imbecis? Tentavam destruir uma festa para a qual não foram convidados, porque era festa do povo. 

Suas esselênssias falaram que estavam ali para mostrar a corrupção do governo federal. Veja só você, logos eles, que receberam e desfilaram com a vaca cubana na pátria amada. Mas só isto não basta. Dei uma olhada no TSE, e vejam só o que descobri:

Confrontando dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ranking da corrupção no Brasil foi o seguinte, medido pela quantidade de políticos cassados por corrupção desde 2000:

1º) DEM (69)
2º) PMDB (66)
3º) PSDB (58)
4º) PP (26)
5º) PTB (24)
6º) PDT (23)
7º) PR (17)
8º) PPS (14)
9º) PT (10)
10º) PV, PHS, PRONA e PRP (1)

Dos 623 políticos que foram cassados, quatro eram governadores e vices: Flamarion Portela, de Roraima, e Cássio Cunha Lima, da Paraíba, mantido no cargo por força de liminar do TSE. Os demais são senadores e suplentes (6), deputados federais (8), deputados distritais (13), prefeitos e vices (508) e vereadores (84).

De acordo com a pesquisa, o DEM é o partido que lidera o ranking (69), reunindo 20,4% dos políticos cassados.

Moral da história - Quem anda com vaca suja é ou é carrapato ou é mosca do chifre.



terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

A Cura pela Nutrição - O Milagre Gerson.



Fonte de consulta: 
http://cienciaintrigante.blogspot.com/2015/11/a-cura-para-o-cancer-o-milagre-gerson.html

A "Terapia Gerson" pode ser considerada um tratamento auxiliar efetivo contra o Câncer. Ataca o câncer baseando-se apenas na NUTRIÇÃO, desintoxicação e suplementação, tendo uma enorme porcentagem de seus pacientes curados (quimioterapia, radiação, cirurgia são ferramentas médicas, que não estão sendo postas em questão neste processo)

O filme, indicado abaixo, mostra com detalhes os processos de se extrair dos alimentos os nutrientes necessários para auxiliar ao tratamento bem como os procedimentos de se fazer a desintoxicação dos elementos químicos nocivos acumulados durante a nossa vida.

O documentário também é um manual prático das coisas principais que devemos comer e aquelas que devemos evitar.

Apesar de não ser divulgada pela mídia comercial, a Terapia Gerson tem obtido resultados importantes em pacientes oncológicos, bem como diabetes, artrites, doenças cardíacas, e muitas outras enfermidades. Mesmo para os que só acreditam na mídia moderna e na ciência médica exclusiva ao qual estão submetidos, torna-se necessário conhecer esta proposta de tratamento e tentá-lo.

Se o filme não abrir, faça busca no Youtube - O MILAGRE GERSON (2004) (Legendas Pt)




A Índia de Suzanna Roy.

Suzanna Arundhati Roy é uma arquiteta, atriz, escritora e ativista anti-globalização, a primeira pessoa indiana a vencer o Man Booker Prize pela sua obra The God of Small Things (O Deus da Pequenas Coisas), em 1997.

No último livro dela, Walking with the Comrades (Caminhando com os Camaradas) escreve:

Aqui na Índia, mesmo no meio de tanta violência e ganância, há ainda esperança. Se os outros podem fazê-lo, nós também podemos. A nossa população ainda não tem sido completamente colonizada pelo sonho consumista.

Ainda está viva entre nós a tradição daqueles que lutaram em favor da visão de Ghandi, da sustentabilidade e da independência econômica  das idéias socialistas de igualdade e justiça social. Temos a visão de Ambedkar, um desafio para os "ghandistas" e os socialistas. Temos uma espetacular coligação de movimentos de resistência, com a experiência deles, compreensão e visão.

Mas a coisa mais importante é que, na Índia, sobrevive uma população adivasi (indígena) de 100 milhões de pessoas. Eles são os únicos que conhecem os segredos da sustentabilidade. Se essas pessoas desaparecerem, esses segredos desaparecem com eles. Guerras como a Operation Green Hunt (Operação Caçada Verde: ação militar do governo indiano contra alguns rebeldes das regiões Andhra Pradesh, Bihar, Chattisgarh, Jharkhand, Madhya Pradesh, Orissa, Uttar Pradesh e West Bengal, ndt) iria fazê-los desaparecer.

Assim, a vitória de quem começar estas guerras contém dentro de si as sementes da destruição, e não apenas dos adivasis, mas eventualmente também do resto da raça humana. É por isso que precisamos urgentemente de um verdadeiro diálogo entre todos os partidos políticos que estão a resistir contra esta guerra.

O dia em que o Capitalismo for obrigado a tolerar uma sociedade não-capitalista dentro dele e reconhecer os limites do seu desejo de dominação, o dia em que reconhecer que as reservas das matérias-primas não são inesgotáveis, aquele será o dia da mudança.

Se há uma esperança para o mundo, de certeza não é possível encontrá-la nos corredores das conferências sobre as Mudanças Climatéricas, e muito menos entre os arranha-céus das grandes cidades. A esperança fica em baixo, na terra, nos braços de todos aqueles que estão a lutar todos os dias para proteger as suas florestas, as suas montanhas e os seus rios, porque sabem que serão as florestas, as montanhas e os rios a protegê-los.

O primeiro passo para ré-imaginar um mundo que está a ser destruído deveria ser travar a aniquilação de quem tem imaginação diferente, uma imaginação que vai além do Capitalismo e do Comunismo. Uma imaginação que tem um entendimento diferente acerca daquilo que produz felicidade e satisfação.

Para ganhar este espaço filosófico, é necessário fornecer o espaço físico para a sobrevivência daqueles que podem parecem ser os guardiões do passado, mas que, na verdade, são as nossas guias para o futuro.

Para fazer isso, devemos perguntar aos nossos líderes: podem deixar a água nos rios? Podem deixar as árvores nas florestas? Podem deixar a bauxita na montanha?

Se a resposta for não, então talvez deveríamos parar de falar de moralidade e de justiça às vítimas das guerras deles. Não é fácil ir além do nosso passado, podemos ficar agarrados às nossas ideologias e pensar que sim, que de fato estamos do lado dos "bons". Ou podemos pôr tudo em discussão, ter a coragem de olhar em redor das nossas convicções, nem que seja para ver o que há de novo ou reavaliar o velho.

É isso que Arundhati Roy fez: ela, que passou uma vida o lado dos maoistas indianos, espreitou e viu que há vida além das teorias, que o dualismo Capitalismo-Comunismo oculta algo bem mais importante.

Provavelmente este algo tem um nome simples também: podemos chamá-la "vida"? 



A mídia rica e a moça pobre!

Em 2010, Larissa, minha musa paraguaia, surgiu na mídia global faturando uns trocados ao portar um celular em sublime tentação carnal. Depois disto, celular nunca mais foi o mesmo. A mocinha esteve rodando o mundo apresentando outros modelos da mesma marca, numa clara e evidente estratégia de marketing que deu certo.

Como a moça ainda tem bagagem para ser explorada, foi lançada na carreira tardia de cantora, e definiu assim sua nova função: “Sou uma caixinha de surpresas, porque danço, sou modelo, represento e agora canto”, disse a Musa do Mundial de 2010 ao jornal Diário Popular.

Em 2013, Yoyo, uma cubana pouco simpática, surgiu na mídia global faturando uns trocados ao postar (?) em um blog , em deprimente alegação de fatos. Depois disto, a Yoyo nunca mais foi a mesma. A moça está rodando o mundo apresentando seu (?) modelo de democracia e a sua marca registrada de Merdas&Cia., numa clara e evidente estratégia de marketing que é no mínimo ridícula. A propósito, quem paga sua volta ao mundo em 80 dias são os mesmos que escrevem o blog que ela não assina.

Já fora do Brasil, a estúpida Yoyo postou a seguinte pérola no Twitter, falando sobre sua passagem pelo Rio de Janeiro - “Por dois dias, não houve manifestantes contra mim. Não se manifestaram no Rio de Janeiro. O que houve? Não pagaram a passagem para eles?", escreveu a blogueira...

Em 2006 D.C, uma linda moça mineira, de sucesso meteórico pela sua beleza e competência estava fora da mídia global, após novelas, filmes, passarelas, casamento em castelo e aventuras místicas. Naquele ano fez contrato com famosa marca de lingerie, produzida em território apache. Outdoors ousados foram espalhados pelo Vale do Anhangabaú. Logo depois disto a mocinha foi flagrada em praia do velho continente em suposta relação íntima e pessoal com um rapaz ligado a um banco, numa coincidente estratégia de marketing que não funcionou.

Ainda em 2006, pouco antes da exposição midiática do Anhangabaú, definiu-se: "Jamais posaria nua. Nunca ninguém viu meus seios, nunca ninguém viu minha ‘perereca’. Sou supercatólica, vou à missa todo domingo."

Em 2013, W., uma senhora de 41 anos, surgiu na mídia global ao estar abraçada com um rapaz em território marítimo, em suposta atividade de reprodução humana, em Rio das Ostras. O vídeo correu o mundo, e W. está sendo processada por forte atentado ao pudor, até mesmo porque não tem nenhuma mídia bancando sua versão ou justificando seu fato. A moça é pobre, tem filhos menores e possui um parceiro que não é o da filmagem.

Como resposta, tem a frase pronta na ponta da língua - "Eu não transei."

Moral da história - W. é culpada por todos os delitos midiáticos do mundo, porque é pobre!

É isto aí!

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Roma





Não tem jeito, o assunto da semana é o Papa. Tem de tudo um pouco - mistério e suspense para todos os lados. Como não resisti, fui dar uma conferida no rol de candidatos e o Cardeal Phillippe Barbarin, marroquino de nascimento, cidadão francês, com passagem por Madasgascar, e atualmente em Lyon, na França, tem mais pontos ao seu favor do que pelo menos uns 90 cardeais.



Novo - nascido em 1950, poliglota, ligado a uma ala mais conservadora, digamos assim, tem o perfil bem interessante,  e suas chances aumentaram muito com o enfraquecimento da igreja britânica nas últimas horas,  que é tradicional adversária teológica. Vamos aguardar.



Outro assunto que dominou foi o Oscar. Enfim ganhou aquele filme que daqui a um ano ninguém se lembrará mais, mas foi importante a sua indicação. Não faltaram lágrimas, e desta vez até a primeira dama apache deu o ar da graça. Enfim, festa de poucos para poucos, que a choldra acha o máximo.



E falando em máximo, e a Itália, hem...que eleição confusa - ninguém é de ninguém. Pode não ter sido bom para a comunidade européia, afinal o recado está dado. Como nunca se pode subestimar o pensamento dominante da elite, poderá haver outra eleição e aí para uma convulsão, pouca distância.



Por hoje é só!


Roma


Não tem jeito, o assunto da semana é o Papa. Tem de tudo um pouco - mistério e suspense para todos os lados. Como não resisti, fui dar uma conferida no rol de candidatos e o Cardeal Phillippe Barbarin, marroquino de nascimento, cidadão francês, com passagem por Madasgascar, e atualmente em Lyon, na França, tem mais pontos ao seu favor do que pelo menos uns 90 cardeais.

Novo - nascido em 1950, poliglota, ligado a uma ala mais conservadora, digamos assim, tem o perfil bem interessante,  e suas chances aumentaram muito com o enfraquecimento da igreja britânica nas últimas horas,  que é tradicional adversária teológica. Vamos aguardar.

Outro assunto que dominou foi o Oscar. Enfim ganhou aquele filme que daqui a um ano ninguém se lembrará mais, mas foi importante a sua indicação. Não faltaram lágrimas, e desta vez até a primeira dama apache deu o ar da graça. Enfim, festa de poucos para poucos, que a choldra acha o máximo.

E falando em máximo, e a Itália, hem...que eleição confusa - ninguém é de ninguém. Pode não ter sido bom para a comunidade européia, afinal o recado está dado. Como nunca se pode subestimar o pensamento dominante da elite, poderá haver outra eleição e aí para uma convulsão, pouca distância.

Por hoje é só!

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Memória de Elefante?

Tudo começou com meu computador travando, travando e praticamente parando. Cismei que havia ali uma incompatibilidade de antivirus, pois havia um alerta que permitia esta interpretação, pelo que usava. Bem, na minha concepção, o unico antivirus que tinha era aquele ali.

Cliquei em "Iniciar", "Painel de Controle", "Adicionar ou remover programas" e não localizei mais nada a não ser o que sabia da existência. Fui no Google e fiz a busca - antivirus grátis. O que estava instalado era o Ava_st, e lá encontrei A_v_g, Avi_ra, Kars_per_sky, etc.

Cliquei em "Iniciar", "Pesquisar" e coloquei o primeiro da lista. Não só estava completamente instalado como tinha a atualização 2013, o segundo e o terceiro estavam desatualizados. Fui em pasta por pasta, exclui os arquivos, esvazie a Lixeira e desliguei e liguei o aparelho.

Alguns arquivos ainda resistentes sairam depois de duas ou tres processos operacionais. Como entraram? Como foram atualizados? Bem, não querendo pensar mais nisto, procurei um totalmente diferente, que não apareceu nas buscas - o Nortão. Baixei o Nortão, passou a régua em tudo, não encontrou nada, e por curiosidade fui fazendo buscas em seu repertório.

Um dos seus facilitadores avisa se o site que acessei era bom. Normal, pensei, deve fazer uma leitura dos que estão no histórico. Que nada, fez uma leitura desde quando eu achava que não saberia fazer.

Conclusão - este equipamento não tem isto de perdão e de esquecer o passado, tudo está ali, só nós é que passamos.

É isto aí!


sábado, 23 de fevereiro de 2013

Quem é este homem?


Em janeiro de 2006, em Nova York, a paciente de um psiquiatra conhecido, desenha o rosto de um homem que tem repetidamente a aparecido em seus sonhos. Em mais de uma ocasião afirma que o homem lhe deu conselhos sobre sua vida privada. A mulher jura que nunca o conheceu em sua vida.Esse retrato está esquecido na mesa do psiquiatra por alguns dias até que um dia outro paciente reconhece a  face e diz que o homem tem muitas vezes o visitado em seus sonhos. Ele também afirma que nunca viu que o homem em sua vida de vigília.

O psiquiatra decide enviar o retrato para alguns de seus colegas para que verifiquem junto aos seus pacientes que têm sonhos recorrentes. Dentro de alguns meses, quatro pacientes reconhecem o homem como uma presença freqüente em seus próprios sonhos. Todos os pacientes se referem a ele como "este homem". De janeiro de 2006 até hoje, pelo menos 2.000 pessoas alegaram ter visto este  mesmo homem em seus sonhos, em muitas cidades em todo o mundo: Los Angeles, Berlim, São Paulo, Teerã, Beijing, Roma, Barcelona, ​​Estocolmo, Paris, Nova Dehli, Moskow, etc. 

No momento não há nenhuma relação averiguada ou característica comum entre as pessoas que sonhavam em ver este homem. Além disso, nenhum homem jamais foi reconhecido como sendo parecido com o homem do retrato pelas pessoas que viram este homem em seus sonhos.

O objetivo deste site é:- Para ajudar aqueles que têm visto este homem em seus sonhos e para promover a comunicação entre eles;- Para compreender quem é este homem e por que ele aparece em uma matriz aparentemente padrão de menos de situações nos sonhos desses diversos seres humanos.

Várias teorias foram desenvolvidas para explicar a presença misteriosamente recorrente deste homem nos sonhos de pessoas diferentes que não estão relacionados de alguma forma. As seguintes teorias são as que provocam maior interesse entre os próprios sonhadores.

1 TEORIA  do ARQUÉTIPO - Segundo a teoria psicanalítica de Jung, este homem é uma imagem arquetípica que pertence ao inconsciente coletivo que podem vir à tona em tempos de dificuldades (desenvolvimento emocional, mudanças dramáticas em nossas vidas, as circunstâncias estressantes etc) em indivíduos particularmente sensíveis.

2 TEORIA RELIGIOSA - De acordo com esta teoria, este homem é a imagem do Criador, isto é uma das formas em que Deus se manifesta hoje. Esta é a razão pela qual as suas indicações e as palavras que ele pronuncia durante os sonhos devem ser decididamente seguido pelo sonhadores.

3 TEORIA DO SURFISTA no SONHO - É a teoria mais interessante e é aquela que tem grandes implicações, mas tem também a menor credibilidade científica. De acordo com esta teoria, este homem é uma pessoa real, que pode entrar  nos sonhos das pessoas por meio de habilidades específicas psicológicos. Alguns acreditam que na vida real este homem se parece com o homem nos sonhos. Outros pensam que o homem dos sonhos parece completamente diferente do seu homólogo da vida real. Algumas pessoas parecem acreditar que por trás deste homem há um plano de condicionamento mental desenvolvido por uma grande corporação.

4 TEORIA DA IMITAÇÃO do SONHO - Esta é uma teoria psico-sociológica científica que afirma que este fenômeno surgiu casualmente e desenvolveu progressivamente por imitação. Basicamente, quando as pessoas estão expostas a este fenômeno se tornam tão profundamente impressionados que eles começam a ver este homem em seus sonhos.

5 TEORIA RECONHECIMENTO DO DIA - Esta teoria afirma que as aparições deste homem são puramente casual. Normalmente não nos lembramos precisamente os rostos que vemos em nossos sonhos. A imagem deste homem seria, assim, um instrumento que, na vida de vigília do sujeito, facilita o reconhecimento de uma imagem indefinida onirica.

TEORIA DA LENDA FALSA - Embora a história macabra possa fazer muitas pessoas imaginarem já terem sonhado com o homem da imagem, a lenda é falsa – e a verdade foi descoberta após uma simples busca no Google. O extinto site ThisMan, que foi registrado em nome de Andrea Natella, foi adquirido pela produtora do filme This Man, servindo então como uma maneira de divulgar o título de um filme de terror.


sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

A Justiça do Juquinha



Não é fácil fazer justiça na pátria amada idolatrada salve salve. Vi e ouvi pela televisão o desabafo de um promotor de justiça ao final do julgamento onde o réu foi condenado a 33 anos e nove meses por ter matado pai e madrasta, por que o cidadão pode recorrer e talvez nunca cumpra nem a sexta parte da pena, prevista no Código Penal.

Como mudar a lei? Como fazer a justiça ser mais justa? Como reduzir a distância entre o crime e a pena? Não sei, mas tudo passa pelo Congresso Nacional, que tem uma extensa lista de parlamentares que respondem a algum processo judicial. Na eleição passada o site http://naovote.com.br/ postou a relação completa dos candidatos e suas devidas pendências. 

Enquanto isto, a pedido do MPF, foi decretada a indisponibilidade integral de bens do Juquinha, no valor do rombo causado nos denunciados e supostos esquemas de corrupção na Ferrovia Norte-Sul, apontado pelo TCU como superior a R$ 65 milhões, em preços de 2007; este é o segundo decreto de indisponibilidade de Juquinha referente à obra no Tocantins.

Juquinha, já teve seus bens decretados indisponíveis também em outra ação civil relativa a irregularidades nas obras da Norte Sul, juntamente com  enormes empreiteiras que mandam em tudo na tribo do planalto, desde tempos de chumbo. O Juízo Federal decretou a indisponibilidade de R$ 42.096.469,29 dos réus relativos a desvios na execução das obras no sul do estado.

Pois é, só por suposição, Juquinha teve mais de cem milhões de reais tornados indisponíveis...cem milhões...meu Deus do céu...100 milhões...e já esteve preso para averiguação  e hoje está solto por aí. 100 milhões....

Fonte - OGlobo 
Fonte - MPF

É isto aí!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

O Rato Morto




Ligações Perigosas e Fatos da quinta-feira, vamos lá:

1 - Collor é candidato a presidência com 16% de votos consolidados.

2 - A Igreja Católica de Cuba -- penúltimo país que o papa Bento XVI visitou em suas viagens internacionais -- organizou uma série de missas para agradecer ao Pontífice por seu ministério papal e humildade ao renunciar.

Uma das missas será na Catedral de Havana, no próximo dia 26, e contará com a presença do núncio apostólico em Cuba, monsenhor Bruno Musaró, nomeado ao cargo pelo próprio Bento XVI em 2011.

3 - A dissidente cubana Yoani Sánchez precisou encerrar um debate na noite desta quinta-feira após ser interrompida por dezenas de manifestantes pró-Cuba durante um evento em uma livraria na região central de São Paulo.

4 - Ministro japonês ressalta importância da ajuda americana para combater a Coréia do Norte.

5 - Renan manda demitir as duas mocinhas que publicaram uma foto de um rato morto dentro do Senado Federal, por uma servidora do serviço de copa.

Bem, vamos lá ao exercício de ligar os pontos:

Collor, ex-presidente eleito por voto popular, cassado, julgado e absolvido, deseja retornar ao espaço que entende ser seu. Tudo bem, é um direito constitucional e democracia é isto mesmo.

Vale lembrar que em junho de 1992, Fidel chamou o embaixador brasileiro em Havana, Asdrúbal Ulyssea, durante uma recepção, e disse que "sentia uma grande amizade pelo nosso país e tinha grande apreço pelo presidente Collor".

E é em Cuba que a Igreja Católica irá celebrar com várias missas, a renúncia do Papa, que trataram como um gesto humanitário e de humildade. Mais direto, impossível.

Como direta é a mensagem da Yoani, chamada de dissidente pela imprensa tupynambá, apesar de residir e trabalhar em Cuba. Yoani vai circular por mais de oito semanas, bancada por interesses desconhecidos, visitando 12 países para falar contra o regime castrista. Deve ser muito bom contar com a ajuda dos amigos ocultos.

Por isto os japoneses, através de seu Primeiro Ministro, declararam ontem que sem os amigos, não terão como anular as forças da Coréia do Norte.

Da mesma forma, o presidente do Congresso Nacional tupynambá, ao ser comparado a um rato morto, anulou o contrato de duas moças estagiárias do senado federal, que teceram esta ideia, sendo uma delas sobrinha de certo ministro do Supremo Federal. Qualquer semelhança é uma mera coincidência.

É isto aí!

Coréia do Norte perdeu o juizo!

 


Fonte: BBC

Palavras de guerra

A cobertura internacional das tensões com a Coreia do Norte cria a impressão de que suas ameaças recentes em resposta aos exercícios militares surgiram do nada.

Na verdade, há décadas Pyongyang tem se oposto ruidosamente às manobras conjuntas.

A diferença dessas ameaças mais recentes é sua intensidade e especificidade.

Durante o mês passado, Pyongyang prometeu rasgar o armistício de 1953 entre as duas Coreias e fechar a linha direta na região da fronteira.

Logo depois, anunciou que havia aumentado o nível de preparação para o combate de suas forças de artilharia, com as bases americanas em Guam e no Havaí na mira.

Ainda mais audacioso foi o anúncio de Pyongyang de que se reserva o direito de uma guerra nuclear preventiva contra Washington e Seul.

Apesar de Pyongyang ter cumprido a ameaça de cortar a comunicação em Panmunjom, há poucas razões para suspeitar que fará o mesmo em relação a suas outras promessas, pelo menos no curto prazo.

Um razão é que o principal público para as palavras duras de Kim Jong-un é doméstico.

O jovem líder foi promovido rapidamente nas fileiras do Exército Popular da Coreia por seu falecido pai, apesar de ter feito pouco para merecer essas qualificações.

Enfrentar os inimigos da Coreia do Norte ajudará Kim Jong-un a consolidar seu poder militar e político.

Uma segunda causa para a calma temporária são as deficiências tecnológicas da Coreia do Norte nos campos nuclear e de mísseis.

Em sua maioria, os analistas concordam que é pouco provável que Pyongyang tenha dominado com êxito a tecnologia necessária para colocar uma ogiva nuclear em um míssil balístico e lançá-lo contra Washington.

No entanto, seus recentes testes nucleares e lançamento de míssil demonstram que a Coreia do Norte está ansiosa para avançar em sua capacidade nesse campo.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

82.600 cavalos!



Lembrei do Hunter S Thompson hoje. Hunter Stockton Thompson (Louisville, Kentucky, 18 de julho de 1937 — Aspen, Colorado, 20 de fevereiro de 2005) foi um jornalista e escritor norte-americano.

Conhecido pelo seu estilo de escrita extravagante, foi o criador de um estilo denominado Jornalismo Gonzo. Esse estilo se caracteriza por acabar com a distinção entre autor e sujeito, ficção e não-ficção.

É dele a frase que povoou meu consciente por toda a tarde, obrigando-me a escrever o texto abaixo, pois com consciência não se brinca:

Numa sociedade fechada em que todos são culpados o único crime é ser pego. Num mundo de ladrões a único pecado irreversível é a estupidez.” – Hunter S Thompson.


Bem, vamos aos fatos: A carne de cavalo continua sendo assunto na corte européia. Fazem de assustados os nobres governantes perante a inusitada denúncia de que o equino venha abastecendo a necessidade proteica da patuléia. É intrigante imaginar cerca de 100 mil cavalos sendo abatidos no anonimato, livre dos olhos da lei, durante uns bons anos.

A partir da tabela abaixo poderemos fazer uma pequena conta matemática:


População da União Européia - 500 milhões de habitantes X 82,60 Kg/ano = 41.300.000.000 Kg/ano. Ou seja, a União Européia consome 41,3 bilhões de kilos de carne bovina. Continue raciocinando. Se, e somente se apenas 0,1% desta carne for de cavalo, estarão consumindo 41.300.000 de kilos de carne de cavalo/ano.
Peso médio de um cavalo - 500 Kg.
41.300.000 / 500 = 82.600 Cavalos / ano.

Caso esteja acontecendo a uns 10 anos - nada, nada 826.000 cavalos passaram desapercebidos nos rigores sanitários da Europa. Para com isto gente e assume logo. Que coisa, hem!!

Enquanto isto, Catherine, Duquesa de Cambridge, a nossa Kate - A Bela, sofreu uma abrupta e gratuita agressão por parte da escritora Hilary Mantel, conhecida na Inglaterra pelos seus romances históricos passados na corte do rei Henrique 8º,  que durante uma palestra em Londres, disse que Kate parecia uma "manequim de vitrine, sem personalidade própria" e com um "sorriso de plástico".

Kate continua linda e duquesa, e a ridícula escritora conseguiu seus 15 minutos de fama. Os cães ladram sempre que a caravana passa - quem sabe alguém joga um resto de comida para eles...

É isto aí!

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

No Caminho, com Maiakóvski







Na década de 90 do século XX centenas de baleias e golfinhos morreram nas praias de uma forma misteriosa. Ambientalistas denunciaram a indústria militar de vários países. A Rede tem dezenas destas situações, explicadas e documentadas.



Na primeira década do século XXI milhares de pássaros, milhares de morcegos e milhões de abelhas têm morrido de forma misteriosa. Enquanto isto meteoros e meteoritos caem de forma escatológica em pelo menos uma dezena de países. Ambientalistas estão investigando...






No Caminho, com Maiakóvski





Autor: Eduardo Alves da Costa





 Assim como a criança




humildemente afaga


a imagem do herói,


assim me aproximo de ti, Maiakóvski.


Não importa o que me possa acontecer


por andar ombro a ombro


com um poeta soviético.


Lendo teus versos,


aprendi a ter coragem.





Tu sabes,


conheces melhor do que eu


a velha história.


Na primeira noite eles se aproximam


e roubam uma flor


do nosso jardim.


E não dizemos nada.


Na segunda noite, já não se escondem:


pisam as flores,


matam nosso cão,


e não dizemos nada.


Até que um dia,


o mais frágil deles


entra sozinho em nossa casa,


rouba-nos a luz, e,


conhecendo nosso medo,


arranca-nos a voz da garganta.


E já não podemos dizer nada.





Nos dias que correm


a ninguém é dado


repousar a cabeça


alheia ao terror.


Os humildes baixam a cerviz;


e nós, que não temos pacto algum


com os senhores do mundo,


por temor nos calamos.


No silêncio de me quarto


a ousadia me afogueia as faces


e eu fantasio um levante;


mas manhã,


diante do juiz,


talvez meus lábios


calem a verdade


como um foco de germes


capaz de me destruir.





Olho ao redor


e o que vejo


e acabo por repetir


são mentiras.


Mal sabe a criança dizer mãe


e a propaganda lhe destrói a consciência.


A mim, quase me arrastam


pela gola do paletó


à porta do templo


e me pedem que aguarde


até que a Democracia


se digne aparecer no balcão.


Mas eu sei,


porque não estou amedrontado


a ponto de cegar, que ela tem uma espada


a lhe espetar as costelas


e o riso que nos mostra


é uma tênue cortina


lançada sobre os arsenais.





Vamos ao campo


e não os vemos ao nosso lado,


no plantio.


Mas ao tempo da colheita


lá estão


e acabam por nos roubar


até o último grão de trigo.


Dizem-nos que de nós emana o poder


mas sempre o temos contra nós.


Dizem-nos que é preciso


defender nossos lares


mas se nos rebelamos contra a opressão


é sobre nós que marcham os soldados.





E por temor eu me calo,


por temor aceito a condição


de falso democrata


e rotulo meus gestos


com a palavra liberdade,


procurando, num sorriso,


esconder minha dor


diante de meus superiores.


Mas dentro de mim,


com a potência de um milhão de vozes,


o coração grita - MENTIRA!

No Caminho, com Maiakóvski



Na década de 90 do século XX centenas de baleias e golfinhos morreram nas praias de uma forma misteriosa. Ambientalistas denunciaram a indústria militar de vários países. A Rede tem dezenas destas situações, explicadas e documentadas.

Na primeira década do século XXI milhares de pássaros, milhares de morcegos e milhões de abelhas têm morrido de forma misteriosa. Enquanto isto meteoros e meteoritos caem de forma escatológica em pelo menos uma dezena de países. Ambientalistas estão investigando...


No Caminho, com Maiakóvski

Autor: Eduardo Alves da Costa

 Assim como a criança
humildemente afaga
a imagem do herói,
assim me aproximo de ti, Maiakóvski.
Não importa o que me possa acontecer
por andar ombro a ombro
com um poeta soviético.
Lendo teus versos,
aprendi a ter coragem.

Tu sabes,
conheces melhor do que eu
a velha história.
Na primeira noite eles se aproximam
e roubam uma flor
do nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem:
pisam as flores,
matam nosso cão,
e não dizemos nada.
Até que um dia,
o mais frágil deles
entra sozinho em nossa casa,
rouba-nos a luz, e,
conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da garganta.
E já não podemos dizer nada.

Nos dias que correm
a ninguém é dado
repousar a cabeça
alheia ao terror.
Os humildes baixam a cerviz;
e nós, que não temos pacto algum
com os senhores do mundo,
por temor nos calamos.
No silêncio de me quarto
a ousadia me afogueia as faces
e eu fantasio um levante;
mas manhã,
diante do juiz,
talvez meus lábios
calem a verdade
como um foco de germes
capaz de me destruir.

Olho ao redor
e o que vejo
e acabo por repetir
são mentiras.
Mal sabe a criança dizer mãe
e a propaganda lhe destrói a consciência.
A mim, quase me arrastam
pela gola do paletó
à porta do templo
e me pedem que aguarde
até que a Democracia
se digne aparecer no balcão.
Mas eu sei,
porque não estou amedrontado
a ponto de cegar, que ela tem uma espada
a lhe espetar as costelas
e o riso que nos mostra
é uma tênue cortina
lançada sobre os arsenais.

Vamos ao campo
e não os vemos ao nosso lado,
no plantio.
Mas ao tempo da colheita
lá estão
e acabam por nos roubar
até o último grão de trigo.
Dizem-nos que de nós emana o poder
mas sempre o temos contra nós.
Dizem-nos que é preciso
defender nossos lares
mas se nos rebelamos contra a opressão
é sobre nós que marcham os soldados.

E por temor eu me calo,
por temor aceito a condição
de falso democrata
e rotulo meus gestos
com a palavra liberdade,
procurando, num sorriso,
esconder minha dor
diante de meus superiores.
Mas dentro de mim,
com a potência de um milhão de vozes,
o coração grita - MENTIRA!

Se você gosta de ver a Marilyn Monroe




Visite este site: http://www.lastfm.com.br/music/Marilyn+Monroe/+images/66063138


Nele você encontrará mais de 500 fotos da moça imortalizada pelos cabelos loiros e as suas formas voluptuosas.




Norma Jeane Mortenson (Los Angeles, 1 de junho de 1926 — Los Angeles, 4 de agosto de 1962) mais conhecida como Marilyn Monroe, foi uma atriz, modelo e cantora norte-americana. Como estrela de cinema de Hollywood, é um dos maiores símbolos sexuais do século XX, imortalizada pelos cabelos loiros e as suas formas voluptuosas. Inicialmente, ficou famosa por interpretar personagens cômicos, tornando-se sucesso no cinema. Apesar de sua carreira ter durado apenas uma década, seus filmes arrecadaram mais de duzentos milhões de dólares até sua morte inesperada em 1962. Seis décadas após sua morte, continua sendo considerada um dos maiores ícones da cultura popular.


Se você gosta de ver a Marilyn Monroe


Visite este site: http://www.lastfm.com.br/music/Marilyn+Monroe/+images/66063138

Nele você encontrará mais de 500 fotos da moça imortalizada pelos cabelos loiros e as suas formas voluptuosas.


Norma Jeane Mortenson (Los Angeles, 1 de junho de 1926 — Los Angeles, 4 de agosto de 1962) mais conhecida como Marilyn Monroe, foi uma atriz, modelo e cantora norte-americana. Como estrela de cinema de Hollywood, é um dos maiores símbolos sexuais do século XX, imortalizada pelos cabelos loiros e as suas formas voluptuosas. Inicialmente, ficou famosa por interpretar personagens cômicos, tornando-se sucesso no cinema. Apesar de sua carreira ter durado apenas uma década, seus filmes arrecadaram mais de duzentos milhões de dólares até sua morte inesperada em 1962. Seis décadas após sua morte, continua sendo considerada um dos maiores ícones da cultura popular.

Marilyn Monroe I








Marilyn Monroe I



domingo, 17 de fevereiro de 2013

Os Lacerdinhas voltaram.

Lacerdinhas estiveram aqui. Como sempre, comparecem em bando silencioso e partem sem dizer nada. Acredito que deva existir Petróleo ou Nióbio neste reino.



Outros reinos estão tendo suas fronteiras lacradas, impedindo o ir e vir. Em terras apaches, sioux tem feito grandes conquistas, e por terras guaranys e tupynambás reclames começam a pipocar aqui e ali.



Reinos nos quais eu tinha passaporte carimbado, tiveram voos cancelados, aeroportos e portos fechados nos últimos dias. Deve ser por causa do final do horário de verão. A pergunta que faço - Ser ou não ser, eis a questão - a pergunta que faço é o que foi visto nestes reinos que promoveram esta situação?



Se os lacerdinhas falassem, seria mais fácil, mas acho que nem eles sabem de alguma coisa, afinal lacerdinhas são apenas o que são.



Mas vamos lá!

Os Lacerdinhas voltaram.

Lacerdinhas estiveram aqui. Como sempre, comparecem em bando silencioso e partem sem dizer nada. Acredito que deva existir Petróleo ou Nióbio neste reino.

Outros reinos estão tendo suas fronteiras lacradas, impedindo o ir e vir. Em terras apaches, sioux tem feito grandes conquistas, e por terras guaranys e tupynambás reclames começam a pipocar aqui e ali.

Reinos nos quais eu tinha passaporte carimbado, tiveram voos cancelados, aeroportos e portos fechados nos últimos dias. Deve ser por causa do final do horário de verão. A pergunta que faço - Ser ou não ser, eis a questão - a pergunta que faço é o que foi visto nestes reinos que promoveram esta situação?

Se os lacerdinhas falassem, seria mais fácil, mas acho que nem eles sabem de alguma coisa, afinal lacerdinhas são apenas o que são.

Mas vamos lá!

Nem feia nem bonita, só repaginada!


Marina hoje: 

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/poder/1231870-marina-diz-que-novo-partido-deve-quebrar-logica-de-partidos-a-servico-de-pessoas.shtml


"Não é mais liderança única, é liderança multicêntrica, não é movimento de arco e flecha. Uma hora sou arco e outra sou flecha, só espero não ser o alvo."

"Estamos na época ao paradoxo, nem situação, nem oposição a Dilma. Precisamos de posição. Se Dilma estiver fazendo algo bom, vamos apoiar. Se não, não. Parece ingênuo. mas não tem nada de ingênuo".

 "A rede nasce do desconforto com o que está acontecendo no Brasil e no mundo pela estagnação do poder pelo poder, do dinheiro pelo dinheiro".

"Não tem conformação com o modelo anterior. É o questionamento das estruturas verticalizadas. Saímos de um ativismo dirigido pelo sindicato, pela ONG, pelo DCE, com a modernização do ativismo autoral. Você não tem estrutura na frente ou atrás das pessoas, você tem estruturas ao lado".

"Não tem liderança carismática que possa ser o grande líder, o messias, o condutor do grande grupo"

Marina ontem:

Fonte: http://kdfrases.com/autor/marina-silva

"A natureza tem uma estrutura feminina: não sabe se defender mas sabe se vingar como ninguem"

"Qualquer proposta é “promessômetro” sem que se pense “uma economia para o século 21.

“A desgraça de um país não é a sua elite, é não tê-la.”

 “Florianópolis é, de fato, muito bonita. A parte administrada por Deus está, realmente, uma maravilha...”

“Nós conhecemos o Lula, o Fernando Henrique e o Serra. A Dilma, nós conhecemos como ministra de Minas e Energia, mas daí a ser...”